Pesquisa e Prospecção de Mercado

Pesquisa e Prospecção de Mercado

Trata-se de uma interessante combinação entre pesquisa (inteligência) de mercado e prospecção de novos negócios.
Permite levantar informações relevantes do mercado em estudo (principais características, formas de atuação, maiores concorrentes etc.), além de identificar oportunidades de venda e averiguar sobre os diferentes produtos e/ou serviços que podem ser oferecidos ao setor alvo.

É uma utilíssima ferramenta que visa dar adequado subsídio e embasamento para a formulação de estratégias e implementação de ações mercadológicas da empresa, bem como a identificação de potenciais clientes.

Quando a empresa pensa em consolidar e aprimorar sua atuação nos mercados atuais e, principalmente, quando pensa crescer em outras áreas; seja com novos produtos e/ou serviços, bem como atuar em outras regiões (mercado local e/ou exportação).
Por que fazer pesquisa prospectiva?
Para otimizar recursos, reduzir margem de erros, crescer de forma segura e aumentar significativamente as chances de acerto nas tomadas de decisões.
Numa analogia com a linguagem médica, se poderia dizer que as informações levantadas equivalem aos exames complementares que permitem realizar um diagnóstico muito mais certeiro.

Para otimizar recursos, reduzir margem de erros, crescer de forma segura e aumentar significativamente as chances de acerto nas tomadas de decisões.
Numa analogia com a linguagem médica, se poderia dizer que as informações levantadas equivalem aos exames complementares que permitem realizar um diagnóstico muito mais certeiro.

Principalmente em aquelas áreas geográficas ainda pouco ou nada conhecidas e exploradas (outros estados, exportação etc.), bem como novos segmentos de mercado nos quais se deseja incursionar.

Basicamente são percorridas as seguintes etapas:

1- Elaboração de um “briefing” inicial, visando definir o escopo do trabalho e uma melhor compreensão das características e peculiaridades próprias do setor a ser estudado.

2- Montagem dos questionários, com as necessárias revisões; os mesmos servirão de roteiro para a realização das entrevistas de forma estruturada.

3- Utilização de diferentes fontes de informação para confecção de um cadastro; isto é, efetuar levantamento das empresas que constituem o universo a ser pesquisado.

4- Realização das entrevistas (trabalho de campo) junto às empresas selecionadas, as quais foram agendadas previamente. As entrevistas são de semi-profundidade, permitindo assim uma melhor coleta de informações; tanto qualitativas como quantitativas.

5- Consulta a fontes secundárias diversas, visando levantar informações complementares.

6- Processamento das informações apuradas – seguindo as etapas de crítica, tabulação e análise – de forma a compilar, reordenar e sistematizar os dados colhidos; tudo isso com o intuito de brindar uma melhor compreensão do panorama geral e de cada segmento em particular.

7- Elaboração do relatório final mostrando, de forma clara e sintética, os resultados das entrevistas e um panorama consolidado; o mesmo conterá também conclusões e sugestões decorrentes do estudo.

8- Apresentação formal e entrega do relatório final, podendo incluir também uma exposição oral do trabalho realizado e os resultados apurados.